O transporte de informação entre plataformas é, de facto, muito importante para atualização constante da sua base de dados. Além de poupar significativamente o trabalho administrativo, elimina por completo os erros humanos na inserção ou atualização de informação.


No Libax, é possível importar ficheiros ou estabelecer ligações em tempo real por web services com as companhias de seguros.


No entanto, caso trabalhe com um corretor, muitas vezes não tem acesso aos ficheiros das companhias ou até mesmo a própria companhia não tem a funcionalidade de exportação de informação completa. Outro caso observa-se quando compra alguma base de dados com entidades para serem trabalhadas, cujo formato do ficheiro é muito específico.


Para colmatar este problema, foi criado o formado de ficheiro universal Libax Seguros, concebido para funcionar com todas as companhias e compras de base de dados. O que tem de fazer é adaptar o ficheiro que pretende importar para o formato do Libax.


Terá apenas de cumprir três regras

  • O nome do ficheiro tem de começar com a palavra “Libax” se a companhia tiver formato próprio;
  • Terá de ser um ficheiro em formato .csv (separado por ponto e vírgulas);
  • Respeitar as colunas, consoante o tipo de informação a importar.


Se elaborou um ficheiro para atualizar/inserir informação e pretende importá-lo para uma companhia que já tem um formato próprio em que o ficheiro comece por "Libax", nesse caso, o ficheiro tem de começar por "Libax-Universal" para que o sistema de importação assuma o formato do Libax em vez de assumir que o ficheiro foi elaborado pela companhia.


Considerações

Durante a importação, serão apenas consideradas as linhas cujo companhia na coluna "Companhia" coincida com a companha que escolheu. O nome da companhia na ficha da companhia tem de conter o conteúdo da coluna "Companhia". Significa por exemplo que pode elaborar ou receber um ficheiro com duas companhias. Em vez de dividir o ficheiro, importe-o duas vezes, uma vez para cada companhia. A importação irá separa a carteira automaticamente.


Tipos de informação a importar

Exemplos e explicação detalhada no final deste artigo

  • Ficheiro de entidades contempla os campos da ficha da entidade. Destina-se a inserir ou atualizar entidades, leads, clientes.
  • Ficheiro de apólices contempla os campos da ficha da apólice e principais campos das entidades. Destina-se a inserir ou atualizar apólices. A entidade da apólice será registada caso não exista.
  • Ficheiro de recibos contempla os campos da ficha de recibo, principais campos da apólice e entidade. Destina-se a inserir ou atualizar recibos. A apólice e entidade serão registadas caso não existam.


Os ficheiros não têm dependência entre si. Apenas o ficheiro de clientes tem mais informação sobre o cliente do que o ficheiro de recibos, assim com o ficheiro de apólices tem mais informação sobre a apólice do que o ficheiro de recibos. Não é obrigatório importar os três ficheiros.


O módulo de importação está disponível em Seguros -> Importação